VERGONHOSO      
Mesmo tendo excesso de arrecadação de 1,6 milhão, município de Guapiaçu não paga o piso do magistério
Na campanha eleitoral foi prometido uma atualização dos pagamentos e infelizmente o município mesmo tendo esse excesso de arrecadação não paga o piso do magistério

     

Foto: Folha Regional
     
 
  Assine a Folha Regional
 
A Câmara aprovou vários lançamentos de valores, no qual partes poderiam ter sido utilizadas pelo Executivo municipal na valorização do magistério. Na foto, manifestação dos professores pelo aumento


     
*Da Redação      
       
Na última sessão a Câmara rejeitou por 5 a 3 o Projeto do Executivo 29/2019, de Crédito adicional em virtude de excesso de arrecadação, 1,6 milhão acima do que estava previsto do orçamento. No Legislativo foi destacado o Projeto 01/2019, apresentado em janeiro que foi constatado do exercício anterior uma sobra do Fundeb, a prefeitura não gastou o valor total que veio no valor de 493 mil reais. Dentro da Lei, foi feito pelo Executivo um procedimento que era o mais fácil, o valor foi lançado em vencimentos em vantagens fixas pessoal civil, para pagar salário da educação. A Câmara aprovou por votação unâmime o lançamento desse valor, a sobra poderia ter sido utilizada pelo Executivo municipal para valorizar o magistério. O Legislativo entendeu essa situação em que o prefeito teria 3 meses para gastar a parcela deferida pelo Fundeb.

Várias questões poderiam ter sido solucionadas com essa verba, compra de computadores, reformas e bombeiros em escolas.

Nos microfones da Casa de Leis também foram citados outros Projetos para serem utilizados em 3 meses e até com pedido de urgência especial. Valores destas dotações, votadas em 2018, foram retiradas do pagamento da dotação que seria possível uma atualização no salário dos professores, que durante campanha foi prometido uma atualização dos pagamentos e do estátuto. Infelizmente o município, mesmo tendo esse excesso de arrecadação, vergonhosamente não paga o piso do magistério.



PONTOS DE VENDAS - CLIQUE AQUI!