QUESTIONAMENTOS      
Requerimento questiona empresa THV Saneamento Eireli,
vencedora de licitação com valor de contrato de R$ 2.6 mi,
que está descartando resíduos a 170 km de Guapiaçu
O Motivo do requerimento é para questionar se os recursos públicos
estão sendo utilizados corretamente ou está havendo desperdícios

     

Foto: Folha Regional.
     
 
  Assine a Folha Regional
 
A empresa está encarregada pela coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos urbanos e serviço de coleta, trituração e manejo de resíduos provenientes de poda e de jardinagem


     
*Da Redação      
       
A empresa THV Saneamento Eireli , vencedora da licitação, está encarregada da realização de serviço de coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos urbanos e serviço de coleta, trituração e manejo de resíduos provenientes de poda e de jardinagem com fornecimento de mão de obra, veículos, equipamentos e containers. O processo também prevê a realização de serviços de varreção manual de vias e áreas públicas, com coleta, armazenamento e destinação final dos resíduos coletados no processo de varreção de vias e áreas públicas com prazo previsto de 12 meses.
O Requerimento que foi levado ao Legislativo Municipal é devido informações recebidas de pessoas de empresa concorrente, que não se sagrou vencedora no procedimento licitatório, questionando que se descarte o lixo a 170 km de Guapiaçu, no município de Guará.

Os questionamentos trazidos:
O Aterro Sanitário tem cópia de licença de operação no respectivo local?
Algum funcionário municipal vai até a balança verificar o caminhão vazio ou cheio?
O valor do contrato é 2 milhões 673 mil e 600 reais dos quais 232 mil já foram liquidados.
Existem informações trazidas aos microfones do Legislativo de que os caminhões são guardados em espaço físico cedido pela prefeitura, e que a empresa contratada deve ter uma total estrutura para desempenhar os serviços no município. Outro fato levado a público é que o vereador Vetorasso surpreendeu um funcionário da prefeitura prestando auxílio para a empresa.
O requerimento foi aprovado por unanimidade no Legislativo Municipal, onde houve grande destaque sobre dúvidas na pesagem do material.

Quesitos formulados:

1º Apresentar o Edital cópia integral de todo o procedimento licitatório 81/2019 pregão 65/19
2º Apresentar toda documentação fiscal referente aos pagamentos efetuados à citada empresa, incluindo notas fiscais de serviços realizados
3º Apresentar todos os tickets de passagem dos materiais colhidos para que se saiba onde esses materiais foram pesados e se as balanças onde foram pesadas estão devidamente certificadas e autorizadas pelo Inmetro.
4º Informar onde no município o material recolhido é descartado, aterro sanitário e justificar o por que de descarte nesse local, se não há aterro sanitário mais próximo, onde poderia ser descartado e com que frequência é feita o descarte.
5º Informar o número de veículos que prestam serviços para THV e onde ficam recolhidos durante o período em que não estão em operação.
6º Informar onde são levados depois de vazios esses veículos e onde são abastecidos, apresentando os devidos comprovantes de lavagem e de abastecimento, caso estejam disponíveis na empresa.
7º Solicitar que a empresa apresente a folha de pagamentos referentes aos funcionários que prestam serviços pela empresa ao município de Guapiaçu, indicando individualmente os vencimentos de cada funcionário e o valor global pago mensalmente.
8º Informar se a municipalidade concede à empresa algum tipo de auxílio, seja através de funcionários municipais, maquinário ou mesmo sessão de espaço físico para que a empresa preste serviço nessa municipalidade.

PONTOS DE VENDAS - CLIQUE AQUI!