CBVA
     
MOTIVO DE ORGULHO: A FONTE DO PROGRESSO
RENASCE EM GUAPIAÇU E CONTAGIA O BRASIL
Com exclusividade e em primeira mão a Folha Regional conta hoje um pouco da história da Confederação Brasileira Voleibol Adaptado (CBVA) e de seu fundador e presidente, o jovem professor e empresário Lucas Rodrigo Dimarco
     
Fotos e logotipo: Divulgação
     
 
  Assine a Folha Regional
 
Casado e pai de duas filhas, o empresário e Professor de Educação Física formado em 2006, mas voluntário e técnico de voleibol adaptado com a terceira idade em Guapiaçu desde 2004, Lucas Rodrigo Dimarco fez com que de seu amor pela modalidade e pelos idosos nascesse um projeto que conquistaria e ajudaria não só a cidade de Guapiaçu, mas também todo o país, levando inspiração e a possibilidade de ação e saúde a 50 milhões de idosos que hoje compõem grande parte da população brasileira.)”      

*Divulgação
     
       
Talvez poucos saibam, mas Guapiaçu é a sede nacional da Confederação Brasileira de Voleibol Adaptado (CBVA) e isso não tem nada a ver com política.
Imersos na crise econômica e política nacional e local, há pelo menos seis anos, e em todos os problemas sociais decorridos dela, a cidade de Guapiaçu tem vivido tempos de baixa autoestima, em que muitos não enxergam motivos para, de fato, se orgulhar da cidade. Alguns chamam Guapiaçu de cidade dormitório de São José do Rio Preto, onde o sonho do progresso adormeceu de vez, mas isso não é verdade graças aos esforços, por vezes solitários, de sonhadores e realizadores que ainda apostam e empreendem na cidade.
um pouco da
história da CBVA
Com exclusividade e em primeira mão a Folha Regional conta hoje um pouco da história da CBVA e de seu fundador e presidente, o jovem professor e empresário Lucas Rodrigo Dimarco.
Há quase 10 anos, mais precisamente em 15 de junho de 2009, foi oficialmente fundada a Liga da Melhor Idade de Guapiaçu, com o objetivo básico de fomentar, incentivar e fazer evoluir a prática do esporte adaptado para os idosos da cidade e fazer assim com que a prática esportiva se transformasse em mais saúde e em maior expectativa de vida, com qualidade, para os cidadãos da terceira idade.
Inicialmente a liga reunia oito municípios: Guapiaçu, Olímpia, Mirassol, São José do Rio Preto, Tanabi, José Bonifácio, Guaraci e Jales, e seu começo foi tímido, com estrutura amadora, sem recursos, fruto do amor pelo esporte e pelos idosos de um então jovem visionário de 27 anos de idade à época, Lucas Rodrigo Dimarco.
A profissionalização chegou cerca de dois anos depois e, após muito trabalho e algumas mudanças de nome, para adequação aos níveis superiores de representação que alcançava, em 15 de novembro de 2017 foi oficialmente fundada a CBVA. Em pouco mais de um ano de trabalho a Confederação possui filiais em mais de 80 municípios nas regiões de São José do Rio Preto, Ourinhos, Franca, Araçatuba, Bauru, grande São Paulo, Campinas, São José dos Campos e está se expandindo para os estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina e Espírito Santo, fomentando fortemente a estrutura de competição em todos estes estados.
A CBVA é o exemplo real e concreto de que não há limites para a evolução e o sucesso nacional de uma cidade quando por trás de grandes projetos existe o amor e o empenho de profissionais que amam sua cidade e seus moradores.
Precisamos conhecer os motivos de orgulho do presente em Guapiaçu, pois o passado, ainda que inegavelmente feliz, não muda os problemas atuais.
Guapiaçu tem jeito sim! É preciso acreditar e apoiar a verdadeira mudança.

.
PONTOS DE VENDAS - CLIQUE AQUI!